Pular para o conteúdo principal

LÍDER INDIGENA É MORTO EM MATO GROSSO DO SUL


POVOS INDÍGENAS - 19/11/2011 12h29 - Atualizado em 19/11/2011 12h30
TAMANHO DO TEXTO

Líder indígena é morto por pistoleiros em Mato Grosso do Sul

Cerca de 40 pistoleiros encapuzados e armados invadiram acampamento e atiraram no cacique. Funai e Polícia Federal investigam o caso

AGÊNCIA BRASIL
Enviar por e-mail
|
Imprimir
|
Comentários
O líder dos Guarani Kaiowá, cacique Nísio Gomes, foi morto na sexta-feira (18) no município de Amambaí, em Mato Grosso do Sul. Cerca de 40 pistoleiros encapuzados e armados invadiram o acampamento Tekoha Guaiviry e atiraram no cacique. Depois de morto, o corpo do líder indígena foi levado pelos pistoleiros.
Segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai), representantes regionais da Funai e do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) estão no acampamento prestando assistência aos indígenas. Além disso, agentes das polícias Federal e Civil foram deslocados para a área do conflito e abriram inquérito policial.
A área ocupada pelos Guarani Kaiowá faz parte da região denominada Terra Indígena Amambaipeguá. O processo de demarcação da terra começou em junho de 2008 e, desde então, foi interrompido diversas vezes por decisões judiciais, em ações movidas por produtores rurais da região e forças políticas municipais e estaduais.
De acordo com o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), nos últimos oito anos, cerca de 200 índios foram mortos em conflitos de terra. A assessoria do conselho informou que os indígenas ocuparam o trecho da terra que está em processo de demarcação no início deste mês.
O Ministério Público Federal (MPF) em Ponta Porã pediu a instauração de inquérito para investigar o caso. Em nota, o MPF informou que a equipe da Polícia Federal, acompanhada de representantes do Ministério Público e da Funai, confirmou o desaparecimento do corpo do cacique. Dos cerca de 60 índios que estavam no acampamento, somente dez foram contatados pelos investigadores, os demais estão escondidos na mata.
A perícia policial confirmou presença de sangue humano no local onde o cacique foi morto. Também ficou comprovado que o corpo do cacique foi arrastado pelos pistoleiros. Um dos filhos de Nísio Gomes está no Instituto Médico-Legal de Ponta Porã, fazendo exames de corpo de delito.

Postagens mais visitadas deste blog

QUEM É NELCIMÁRIO,O SUBTENENTE BIGODE,O HERÓI ANÔNIMO

Tem mais de 30 anos de serviço na PM-TO, onde trabalhava anteriormente no primeiro Batalhão no plano diretor sul,  participou de várias operações policiais na capital, onde de novembro a  primeiro de julho deste ano foi deslocado para região sul de Palmas, por determinação do comandante geral para ajudar os companheiros nas ações em combate ao crime organizado, onde recuperaram mais de 30 veículos (carro e motos) furtados e roubados, tirou mais de 15 armas de fogo de circulação das mãos dos bandidos!!! Apreensão de drogas e prisões de vários delinquentes de alta periculosidade, Juntamente com sua equipe e o Soldado Éder ( Japa), fatos esses sendo de conhecimento da população através das redes sociais.O que é um soldado honrado? É um guerreiro que dá sua vida pelo bem dos outros,um homem ou mulher que sabe usar o tempo com sabedoria e cumpre escalas e prontidões.Que treina a vida inteira para defender o bem.Que faz seu trabalho faça chuva faça sol,que não segue o calendário dos comuns,…

Ex-senador suspeito de abuso sexual no TO é transferido para cela comum

Ex-senador suspeito de abuso sexual no TO é transferido para cela comum Ele passou o fim de semana em uma sala separada, na CPP de Palmas.
Nezinho Alencar e a mulher dele foram presos durante operação da PF.Do G1 TO, com informações da TV AnhangueraFACEBOOK

Por Aplicação Irregular de Recursos, Prefeito Fabion Gomes Sai na Lista Suja do Tribunal de Contas da União

Por Aplicação Irregular de Recursos, Prefeito Fabion Gomes Sai na Lista Suja do Tribunal de Contas da União Data do post: 10/06/2016 00:37:42 - Visualizações: 2897                                                                                                         Imprimir Como já era de se esperar, o nome do atual prefeito de Tocantinópolis Fabion Gomes de Sousa saiu na lista dos políticos que estão com contas julgadas irregulares pelo TCU.Para alertar mais ainda a população não só de Tocantinópolis mais também da região do Bico do Papagaio, já que Fabion está no seu ultimo ano de mandato como prefeito e já pensa em se candidatar em 2018. Seu nome saiu na lista que no mesmo processo consta ainda uma outra figura bastante conhecida no município, Antenor Queiroz, que hoje anda de mãos dadas na campanha deste ano com os Gomes. Juntos, os antigos inimigos políticos, agora tentam eleger o filho do deputado José Bonifácio. O listão que consta 232 nomes de políticos do Tocantins foi emi…